"Alguns vão morrer, lamento. É a vida", diz Bolsonaro ao pedir fim do isolamento social - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

29 de março de 2020

"Alguns vão morrer, lamento. É a vida", diz Bolsonaro ao pedir fim do isolamento social

"Alguns vão morrer, lamento. É a vida", diz Bolsonaro ao pedir fim do isolamento social
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) concedeu uma entrevista ao Brasil Urgente, da Band, nesta sexta-feira (27/3), e voltou a pedir o fim do isolamento social. 
Na declaração, o presidente disse que o Brasil "não pode quebrar por causa de um vírus", e pediu que os brasileiros retornassem ao trabalho. Ele defendeu o isolamento vertical, para idosos e grupos de risco, e minimizou as consequências.
"Alguns vão morrer. Vão morrer, lamento, é a vida [...] Não pode parar uma fábrica de automóveis porque tem mortes no trânsito", disse o presidente, que voltou a chamar a Covid-19 de "gripezinha".
Bolsonaro também alegou que o governo federal está fazendo sua parte, com a criação de leitos de UTI e compra de respiradores. Ele ainda parabenizou governadores que já estão suspendendo a quarentena.
BOLSONARO x DÓRIA
Na entrevista, Bolsonaro também afirmou que desconfia do número de óbitos pelo novo coronavírus em São Paulo. Ele voltou a criticar o governador do estado, João Dória (PSDB-SP).
“No Rio de Janeiro, até os dados de ontem, 9 óbitos, e 58 em São Paulo. Eu sei que a população tem uma diferença, mas está muito grande para São Paulo. Não pode ser um jogo de números para favorecer interesses políticos. Não estou acreditando nesses números de São Paulo, até pelas medidas que ele [Dória] tomou", declarou.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas