Após ser questionado por colegas de parlamento vereador Pedro responde 'Sou livre para comparecer onde sou convidado e tiver interesse' - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

22 de maio de 2020

Após ser questionado por colegas de parlamento vereador Pedro responde 'Sou livre para comparecer onde sou convidado e tiver interesse'

O Presidente, Vereador Pedro Andrade, disse no plenário que para a ...

Na sessão ordinária desta quarta-feira (20/05), o presidente da Câmara Municipal de Conceição do Jacuípe, Pedro Andrade (PDT), questionou uma linha de crédito especial que concede para micros e pequenas empresas empréstimos de valor correspondente a até 30% de sua receita bruta obtida no ano de 2019. De acordo com decisão governamental, a intenção é garantir recursos para as empresas e manter empregos durante o período de calamidade pública decorrente da emergência do coronavírus.

O edil ressaltou que, o pensamento não se tornou igualitário para os comerciantes informais, que não possui CNPJ e segundo o próprio governo é considerado como economia informal. Segundo ele, todo investimento é voltado apenas para os ativos financeiro, perdão de dívida e desencargos para quem não precisa. 

Os recursos recebidos no âmbito do Pronampe poderão ser usados para qualquer atividade empresarial, como investimentos e capital de giro isolado ou associado, sendo vedada a sua destinação para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios. Ao fim dessa moratória, o devedor poderá quitar o valor suspenso, sem juros e multas, em parcela única. Uma terceira alternativa será pagar juntamente com as prestações normais depois dos 180 dias. No cenário atual, a taxa final, sem encargos, seria de 5% ao ano. O prazo de pagamento será de 36 meses, com carência de oito meses para começar a pagar as parcelas.

Confira o pronunciamento completo:



Ao ser questionado por colegas de parlamento sobre suas participações em reuniões políticas, Pedro afirma ser livre para comparecer onde é convidado e tiver interesse. "Fui convidado como presidente da casa, fui e vou quantas vezes me convide, a não ser que seja deliberado que todo convite feito ao presidente precise da aprovação dos demais. Se eu sou convidado pelo poder executivo para deliberar em nome da colenda, eu não vou ficar perguntando se todos os vereadores foram convidados, que fique claro, eu não posso ser telegiado e nem ter autorização do parlamento para ir em qualquer reunião", afirma.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas