Ministério da Saúde diz que dados sobre coronavírus são "fantasiosos e manipulados" e serão revistos; entenda - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

7 de junho de 2020

Ministério da Saúde diz que dados sobre coronavírus são "fantasiosos e manipulados" e serão revistos; entenda

Ministério da Saúde diz que dados sobre coronavírus são "fantasiosos e manipulados" e serão revistos; entenda
O boletim divulgado pelo Ministério da Saúde sofrerá uma mudança, segundo o que foi anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, em uma rede social neste sábado (6/12). A contagem do número total de casos e de vítimas fatais do novo coronavírus não será mais anuciada pela pasta.
"Ao acumular dados, além de não indicar que a maior parcela já não está com a doença, não retratam o momento do país. Outras ações estão em curso para melhorar a notificação dos casos e confirmação diagnóstica", disse o presidente. Mais cedo, Bolsonaro havia dito que o atraso na divulgação dos números, que passou a ser às 22h, depois dos principais telejornais, era para "evitar subnotificações".
Carlos Wizard Martins, escolhido para ser o novo secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério, disse que os dados totais são "fantasiosos e manipulados". Apesar de ainda não ter assumido oficialmente o cargo, o empresário da área de educação já está fazendo despachos na pasta desde abril. 
"Vamos rever os critérios com que estão sendo contabilizados os dados. Não é rever o passado, não vamos desenterrar mortos", disse em entrevista ao jornal O Globo. "Tinha muita gente morrendo por outras causas e os gestores públicos, puramente por interesse de ter um orçamento maior nos seus municípios, nos seus estados, colocavam todo mundo como Covid. Estamos revendo esses óbitos", completou.
O futuro secretário reclamou dos casos comprovados clinicamente, ou seja, em que o paciente tem sintomas de infecção pelo novo coronavírus e teve contato com alguém já testado positivamente. Nessas ocorrências, é indicado não fazer o teste convencional, já que este está em falta em muitas unidades.
"As pessoas estão recebendo atestado de óbito indicando Covid quando nunca nem foi testada [sic]. Como vai afirmar se não fez nenhum teste? Só tem um jeito, vamos desenterrar os mortos pra saber, mas não vamos fazer isso. Mas vamos ser criteriosos pra receber esses dados", justificou.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas