"Quero ver se vou": PM "parte pra cima" de mulher durante bate-boca e desobediência na Bahia; assista - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

8 de junho de 2020

"Quero ver se vou": PM "parte pra cima" de mulher durante bate-boca e desobediência na Bahia; assista

"Quero ver se vou": PM "parte pra cima" de mulher durante bate-boca e desobediência na Bahia; assista

Uma grande confusão foi gerada no município baiano de Teixeira de Freiras, a 690 km de Salvador, durante a abordagem de policiais militares a um grupo de pessoas aglomeradas, que ouviam som alto, contrariando medidas de restrição pela pandemia do novo coronavírus. 
A ação, que aconteceu na noite de sábado (6/6), foi registrada em um vídeo que acabou “viralizando” em grupos do aplicativo WhatsApp. Nas imagens, é possível ver uma discussão bastante acirrada entre os integrantes do grupo e os policiais, da 87ª Companhia Independente (CIPM).
Uma troca de insultos acontece dos dois lados, mas o clima fica mais tenso quando os agentes resolvem deter uma mulher, dentro do imóvel. "Eu quero ver se eu vou [para a delegacia]", gritava ela durante a discussão com os PMs. 
Por meio de nota, a Polícia Militar disse que a guarnição foi chamada por populares para atender a uma denúncia de descumprimento a lei municipal, já que havia aglomeração e som alto na Avenida Padre Anchieta, que fica no bairro Liberdade II.
Ainda de acordo com a PM, no local, a guarnição constatou que além da aglomeração, as pessoas estavam sem máscaras, ingerindo bebidas alcoólicas e com o som em um volume muito alto. A nota diz, ainda, que os policiais solicitaram ao proprietário que desligasse o som e por isso foram hostilizados e desacatados, inclusive com o arremesso de uma pedra em direção à guarnição.
Após a pedrada, segundo a PM, foi dada voz de prisão e houve resistência por parte dos conduzidos, com a tentativa de tomar a arma de um dos policiais. A guarnição solicitou apoio e os resistentes foram conduzidos à delegacia da cidade, onde foram autuados por resistência e desobediência. 
A PM informou, também, que o comando da 87ª CIPM vai instaurar uma sindicância para apurar o caso.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas