Primeiro médico a falar do coronavírus é acusado de "fake news" e morre pela doença - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

6 de fevereiro de 2020

Primeiro médico a falar do coronavírus é acusado de "fake news" e morre pela doença

Primeiro médico a falar do coronavírus e acusado de "fake news" morre pela doença
O médico chinês Li Wenliang foi o primeiro a alertar seus colegas sobre a existência de um vírus novo na região de Wuhan, na China. Nesta quinta-feira (6/2), segundo informações do Uol, o médico morreu por conta do coronavírus.
O oftalmologista tentou alertar as autoridades locais, enviando mensagens a médicos sobre o vírus que tinha encontrado e parecia se espalhar rapidamente. Quatro dias depois, sua casa foi visitada por agentes do Escritório de Segurança Pública, que o obrigaram a assinar um documento que o acusava de divulgar informações falsas que causavam "distúrbios graves à ordem social".
As autoridades chinesas ainda tentavam restringir as informações a respeito do avanço do coronavírus. Uma cópia da carta foi publicada pelo médico nas redes sociais em janeiro, quando os casos já eram públicos. As autoridades pediram desculpas a ele.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas