BEREU NEWS

Rui considera casos isolados sobre violência policial e afirma: “Vejo por trás da farda um pai de família”

Posição foi dada durante a comemoração aos cinco anos da criação da Ronda Maria da Penha



Durante a solenidade em comemoração aos cinco anos da criação da Ronda Maria da Penha, coordenado pela major Denice Santiago, na noite desta segunda-feira (9), o governador Rui Costa (PT), explicou sua visão sobre os casos de violência policial ser considerados isolados.

“Eu nunca vi ninguém negar de forma generalizada a religiosidade, e quantos casos isolados tem de religiões que cometem crimes, atos de violência, e nem por isso se generaliza concepções e preconceitos contra a religiosidade”, explicou Rui.

O governador seguiu o discurso e explicou que todos precisam “enfrentar toda forma de preconceito, toda forma de violência e de questionamento contra eu diria, seres humanos”. E acrescentou: “Tenho um profundo orgulho de dizer que todo lugar que eu vou como uma forma educativa, quando eu olho por exemplo para um policial militar, eu não vejo a farda, eu vejo por trás da farda um pai de família e uma mãe de família. Quando olho para um policial civil, não vejo um distintivo, eu vejo um pai e uma mãe de família, que tem uma função, uma tarefa difícil de, eu diria hoje, fazer uma atividade de maior risco, e atividade que resultado bastante duvidoso numa sociedade que é desigual”, disse o governador.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS
BEREU NEWS