Covid-19: Rússia promete vacina em duas semanas; Brasil foi chamado para parceria e relatou falta de dados - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Quer alavancar seu empreendimento? Anuncie sua marca aqui

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

30 de julho de 2020

Covid-19: Rússia promete vacina em duas semanas; Brasil foi chamado para parceria e relatou falta de dados

약업신문][2018 결산] 면역항암제 중심 다양한 병용 시도 '눈길'
A Rússia acredita que a vacina que os cientistas do país estão desenvolvendo estará completamente aprovada no dia 10 de agosto. O diretor do projeto, Alexander Ginsburg, já teria até injetado o produto em si mesmo, para provar que o medicamento funciona, de acordo com a CNN Internacional.
O diretor do Instituto Butantan, de São Paulo, disse nesta quarta-feira (29/7), durante uma coletiva de imprensa, que a instituição foi chamada pelas autoridades do país europeu para uma parceria. “Fomos procurados por emissários do governo russo. (…) Queriam saber se poderíamos nos associar. Dissemos que poderíamos analisar e que precisaríamos de dados mais concretos, conhecer melhor a vacina. Não recebemos o retorno”, afirmou Dimas Covas, segundo O Antagonista.
Ainda segundo Covas, a vacina russa não estaria em fase final de desenvolvimento e, até o momento, não é listada no site da Organização Mundial da Saúde. Mesmo assim, ele afirmou que ainda é prematuro dizer se o instituto descartaria um trabalha conjunto com a estatal do país.
A substância foi criada pelo Instituto Gameleya, de Moscou. De acordo com as autoridades à CNN, o país espera produzir até 200 milhões de doses até o fim do ano, sendo que 30 milhões seriam exclusivas para a Rússia. "Os americanos ficaram surpresos quando ouviram os sons do Sputnik [foguete russo que chegou a lua]. É o mesmo com a vacina, a Rússia vai ter chegado lá primeiro", acrescentou.
O medicamento estaria na segunda das três fases de testes clínicos. Os pesquisadores acreditam que irão concluir essa etapa em 3 de agosto e conduzir a terceira fase em conjunto com a vacinação de profissionais da saúde.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco