Operadoras de telefonia devem rever cobranças abusivas praticadas durante a pandemia, pede Ministério Público - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Quer alavancar seu empreendimento? Anuncie sua marca aqui

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

11 de novembro de 2020

Operadoras de telefonia devem rever cobranças abusivas praticadas durante a pandemia, pede Ministério Público



O Ministério Público estadual (MP) entrou com uma ação nesta terça-feira (10/11) contra as operadoras de Telefonia Oi, Tim, Claro e Vivo. A promotora de Justiça, Joseane Suzart, pede em caráter liminar que sejam suspensas "cobranças abusivas não correspondentes a serviços efetivamente prestados ou contratados pelos usuários", como planos de telefonia ou pacotes adicionais, durante a pandemia da Covid-19. 

A promotora solicita, ainda, que as empresas sejam proibidas de formar vínculos jurídicos com os consumidores sem a sua expressa anuência ou de alterar planos, retirando ou inserindo serviços, de forma unilateral. Na prática, o pedido é que as empresas não mudem os modelos de serviço cadastrados pelos usuários antes da pandemia, a não ser que a mudança tenha sido solicitada pelo cliente.

Outra medida proposta é que as companhias não possam suspender, sem aviso prévio, as contas de pessoas inadimplentes, ou a negativação dos nomes, “considerando a situação econômica após o estado caótico produzido pela pandemia da Covid-19”. O MP pede que as cobranças sejam apresentadas com antecedência mínima de cinco dias antes do vencimento.

Acatando o pedido, a Justiça poderá determinar, também, que os consumidores sejam informados sobre mudanças na franquia; tenham direito de escolher se querem ou não receber mensagens ou ligações sobre a oferta de novos planos e serviços; que a internet móvel seja oferecida de forma eficiente, com estabilidade, segurança e funcionalidade, assegurando ainda a não suspensão do acesso à rede durante a pandemia, ainda que haja débito.

As ações pedem, ainda, que o consumidor possa fazer portabilidade de operadoras, cancelar contratação de serviços ou efetuar mudança de planos e pacotes de forma pessoal ou via internet. As operadoras podem ser obrigadas a responder aos consumidores de forma eficiente e rápida, com atendimento 24 horas todos os dias da semana.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco