Feira de Santana: comerciante do Centro de Abastecimento é encontrada morta

A comerciante Suely Santos de Oliveira, 51 anos, proprietária de um box no Centro de Abastecimento em Feira de Santana, foi encontrada morta, por volta das 17h de terça-feira (5), em um terreno no bairro Barroquinha. O terreno estava murado e um buraco na parede dá acesso ao local.

Segundo o delegado Rodolfo Faro, titular da Delegacia de Homicídios, o corpo não apresentava sinais de violência e somente após a perícia é que a causa da morte será identificada. Suely passou por uma cirurgia para implantação de marca-passo há cerca de 15 dias e também existe a suspeita de morte natural.

Ela estava desaparecida desde a segunda-feira (4), após ir a uma agência bancária. O celular da vítima não foi localizado.

“Não há sinais de violência e a vítima tem histórico de doença cardíaca. Foi operada há cerca de 15 dias, e a ocorrência está sendo registrada inicialmente como morte a esclarecer. Apenas após o resultado da perícia é que vai ser verificado se esse foi o motivo da morte dela ou se de fato ela foi vítima de algum crime. Trata-se de um local usado para consumo de drogas. Ela sumiu no dia anterior para ir ao banco e após ter sido atendida acabou não tendo mais contato com familiares. Os familiares registraram a ocorrência do desaparecimento, passaram a realizar busca no entorno do local onde ela trabalhava e, a partir daí, aconteceu a localização do corpo. A perícia é que vai identificar a verdadeira causa da morte e declinar se foi um crime ou uma morte natural. Alguém pode também ter encontrado o corpo anteriormente e subtraído esse dinheiro, que supostamente ela sacou, e o aparelho celular que não foi encontrado”, relatou o delegado.

Segundo informações da companheira dela, Suely foi ao banco para resolver um problema que teve relacionado à sua conta. Ela morava na Rua Cordeirópolis, no bairro Rua Nova.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem