HGE não aplica vacina contra coronavírus em profissionais da UTI - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

24 janeiro, 2021

HGE não aplica vacina contra coronavírus em profissionais da UTI


Há uma semana que iniciou a vacinação na Bahia, e já surgiram reclamações sobre a recomendação do informe técnico do Ministério da Saúde, como a exclusão dos profissionais da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral do Estado da Bahia (HGE) na lista de grupos prioritários para receber a CoronaVac. Essas informações foram passadas ao BNews. 

De acordo com relatos, os funcionários que atuam nas UTIs, que não são exclusivas para atendimento de infectados com coronavírus, recebem pacientes com outras enfermidades e que, em algumas situações, podem estar com suspeita de Covid-19 ou ser detectado posteriormente. No entanto, apesar do possível contato, esses profissionais não estão sendo imunizados. 

Além disso, segundo as denúncias, as vacinas contra a Covid-19 estão sendo aplicadas em funcionários que não trabalham diretamente com pacientes que testaram positivo, como os seguranças de estacionamento. 

Procurada, a assessoria de Comunicação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) ressaltou que o protocolo do Ministério da Saúde, que incluem médicos, enfermeiros e profissionais da limpeza que “higienizam os ambientes contaminados, dentre outras áreas e atividades que tornam possível esse cuidado integral”, disse em nota.

Leia a nota na íntegra: 

Conforme pode ser lido no Informe técnico do Ministério da Saúde, há uma recomendação que vacina seja aplicada em profissionais que atuam no atendimento  a pacientes com suspeita e diagnóstico  do coronavírus (Covid-19).

Isso significa que unidades dedicadas 100% a pacientes com este perfil, terão prioridade, a exemplo do Hospital Espanhol. O cuidado integral do paciente não é feito apenas por médicos e enfermeiros, mas por profissionais da limpeza que higienizam os ambientes contaminados, dentre outras áreas e atividades que tornam possível esse cuidado integral.

Emergências, UPAs, Gripários e Unidades Básicas de Saude são estruturas que tem contato com o paciente suspeito e são a porta de entrada para o paciente que posteriormente será regulado para uma unidade exclusiva Covid-19.

Neste cenário, o HGE e quaisquer outras unidades com emergência terão seus profissionais imunizados em virtude  do risco aumentado de receberem pacientes com suspeita de Covid-19, mesmo que não seja a causa principal da internação. Por isso a vacinação ocorre, inicialmente, somente nas emergências. É mesmo nessas áreas há profissionais que possibilitam o cuidado integral aos pacientes, com destaque para os médicos, enfermeiros e técnicos.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco