Prefeitura de Salvador vai disponibilizar drive-ins para vacinação contra Covid-19 - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad


Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

5 de janeiro de 2021

Prefeitura de Salvador vai disponibilizar drive-ins para vacinação contra Covid-19


 O secretário municipal de Saúde, Leo Prates, disse em entrevista à Rádio Metrópole, nesta segunda-feira (4), como será o plano municipal para vacinação em Salvador contra a Covid-19. Segundo o secretário, parte do cronograma que foi aplicado na campanha contra a gripe em 2019 terá uso neste ano, inclusive nove drive-ins serão utilizados para vacinar os soteropolitanos.

"Fizemos a vacinação do H1-N1, tivemos alguns problemas. Mas a vacinação, que foi a maior da história de Salvador, nos ensinou uma série de coisas e trouxe modelos inovadores. Eu tinha 3 drive-ins no pico da vacinação da H1-N1. Estamos programando 9 drive-ins para essa vacinação do coronavírus, que será a maior vacinação da cidade e da humanidade. A gente está preparado nos postos de saúde. A gente já atingiu uma vacinação de 70 mil pessoas em um único dia. Eu disse a minha equipe que temos que ser melhores do que nós fomos. A meta é vacinar 90 mil pessoas em um único dia", disse.

Ainda durante a entrevista, Prates afirmou que a prefeitura não terá "preconceito" por nenhuma vacina que for utilizada no país. "Apesar do programa nacional de imunização, estados e municípios estão autorizados. Iremos apoiar, e é uma decisão do prefeito Bruno Reis, todo o programa de imunização nacional. O que for bom para a população, estaremos aqui. O afinamento é quase que uma equipe só, em parceria com a Sesab. Não há preconceito de vacina aqui. Estamos preparados para vacinar com uma dose ou duas doses. Somos nós que temos que estar preparados para qualquer vacina e não a vacina que tem que estar preparada ao nosso plano", disse.

De acordo com Prates, a empresa Janssen já garantiu que irá dar prioridade à capital baiana após atender ao governo federal. "A Janssen nos comunicou hoje que a prioridade será o governo federal e, depois, o município de Salvador. Apresentamos o plano municipal de imunização, ficamos de ter uma reunião no fim de janeiro. Mas continuo acreditando nesta plataforma de 'multi-esforços', digamos assim. Acho que o governo federal e o governo do estado vão fornecer quantidades boas, mas acho que Salvador deve também fazer sua parte", afirmou.


Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco