Vídeo: ator tem casa incendiada enquanto dormia; crime pode ter tido motivação homofóbica

O ator e performer de vídeos eróticos Matthew Camp, de 36 anos, que mora nos Estados Unidos, revelou que teve sua casa incendiada enquanto dormia. Ele desabafou nas redes sociais na segunda-feira (18/1) e disse que acredita ter sido um crime de ódio, por ele ser gay, já que câmeras de segurança flagraram um homem jogando gasolina no fogo.

Ele e o amigo com quem divide apartamento, Six Carter, foram surpreendidos pelo incêndio na manhã do dia 14 de janeiro. As câmeras de segurança mostram uma pessoa, com uma roupa de proteção contra o coronavírus, colocando gasolina ao redor da casa por volta das 5h da manhã. O incêndio durou mais de três horas e destruiu boa parte do local. Carter chegou a lançar uma vaquinha online para arrecadar fundos para reconstruir o imóvel. Até o momento, já foram arrecadados mais de 70 mil dólares, ou cerca de R$ 370 mil.

"Dia 14 de janeiro de 2021. Alguém colocou gasolina na varanda da minha casa e tacou fogo em um aparente crime de ódio. Eu estava dormindo lá dentro. Estou vivo para enfrentar essa pessoa um dia, mas tudo que já possuí se foi. Compartilhe essa história porque pessoas quer ainda estão sob ataque em todo o mundo. Nossas vozes não serão silenciadas", publicou o ator, que tem mais de 650 mil seguidores.

Segundo informações apuradas pelo Pink News, um membro da "Igreja de Satã" já havia ameaçado incendiar a casa de Camp, localizada na cidade de Poughkeepsie, no estado de Nova York. "No momento, estou apenas vivendo o dia a dia, tentando juntar as peças do que sobrou. Se você puder ajudar, há um link na minha bio. Obrigado pelo amor e apoio e pela luta contínua para manter nossas famílias seguras", finalizou ele.

  

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem