Em videoconferência com prefeitos, governador analisa prorrogação de medidas restritivas - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

01 março, 2021

Em videoconferência com prefeitos, governador analisa prorrogação de medidas restritivas



A prorrogação das medidas restritivas impostas ao deslocamento e ao funcionamento dos serviços públicos e privados, como o fechamento do comércio, em Conceição do Jacuípe e em quase todas as cidades da Bahia, é decorrente da determinação do governo do Estado diante do agravamento da pandemia do novo coronavírus.


Essa situação foi debatida nessa segunda-feira (dia 1º) durante videoconferência entre o governador Rui Costa e os 28 prefeitos que compõem o Consórcio de Saúde do Portal do Sertão, dentre os quais figuram a prefeita Tânia Yoshida (PSD). No encontro, ficou constatada a gravidade da situação em decorrência do aumento significativo de procura por vagas em UTIs, que na Bahia superaram os 83%, o que não deixa muitas saídas senão continuar com o toque de recolher e as medidas restritivas determinadas pelo governo.


A prefeita Tânia Yoshida lamenta a necessidade de ter que estender as medidas restritivas, mas reconhece que aqui em Conceição do Jacuípe essa situação também tem se refletido, pelo aumento da fila de espera por vaga na UTI, crescimento do consumo de oxigênio e na necessidade de aquisição de pelo menos mais dois respiradores, já que o município conta apenas com quatro unidades. O posto médico está funcionando ininterruptamente, todos os dias da semana, inclusive aos domingos. “Aqui em Conceição do Jacuípe temos dez pacientes ativos e outros 167 esperando pelo resultado do Lacen (Laboratório Central do Estado)”, revelou a prefeita.




Tânia explica que a maior demanda das prefeituras é por recursos financeiros, o que tem deixado os municípios de mãos atadas para realizar uma ação mais efetiva no combate à pandemia. O governador Rui Costa anunciou que vai centrar esforços na aquisição de vacinas para o estado, em particular a russa Sputinik V, como forma de tentar amenizar os efeitos maléficos que a falta de dinheiro, infra-estrutura e o aumento dos casos da doença têm trazido aos poderes públicos.


“A situação é complicada, não tem como você não se emocionar, com inúmeras pessoas na fila à espera de uma vaga na UTI. É um desgaste emocional muito grande e ainda por cima tem pessoas que estão desempregadas, não estão recebendo o auxílio e muitas delas passando até fome”, desabafa a prefeita. 

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco