Se você fizer lockdown no Nordeste vai me f... e perco a eleição, diz Bolsonaro a médica


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em conversa com a médica Ludhmila Hajjar, que um lockdown poderia prejudicar o seu plano de reeleição em 2022, segundo o site Poder360. A cardiologista tinha o apoio de diversos nomes do mundo político para assumir o Ministério da Saúde, mas suas divergências com o presidente impediram que o diálogo avançasse.

"Você não vai fazer lockdown no Nordeste para me f... e eu depois perder a eleição, né?", questionou o chefe do Palácio do Planalto à cardiologista, de acordo com a publicação, durante encontro, do qual também teriam participado o atual ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.


Outro constrangimento teria ocorrido quando o parlamentar perguntou a Ludhmila qual era sua opinião sobre dois temas: aborto e armas. Ela respondeu, conforme o site, que não era simpática à ideia de armar a população.


Sobre o uso de cloroquina no tratamento da Covid-19, a médica afirmou que tal fase estava superada e era preciso olhar para a frente. Ainda assim, Bolsonaro insistiu que ninguém sabia ainda o que funciona ou não para tratar a doença e defendeu que os médicos têm o direito de prescrever o que quiserem.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem