Com mais da metade da população vacinada, Israel suspende uso obrigatório de máscara ao ar livre


Israel já imunizou mais da metade da população contra a Covid-19, e a partir do próximo domingo (18/4), não será mais obrigatório usar máscara de proteção ao ar livre, para conter a disseminação do vírus. A novidade foi anunciada nesta última quinta-feira (15/4), pelo Ministério da Saúde do país.


Agora, o uso do equipamento de proteção será obrigatório apenas em ambientes fechados. Segundo o jornal O Globo, o ministro da Saúde israelita, Yuli Edelstein, afirmou, em nota, que a decisão foi tomada com base nas recomendações de especialistas. 


"As máscaras têm como objetivo nos proteger contra o coronavírus. Depois que especialistas em saúde concluíram que não são mais necessárias ao ar livre, decidimos permitir de acordo com sua recomendação. O nível de mortalidade em Israel é muito baixo graças ao nosso sucesso na campanha de vacinação e, portanto, podemos relaxar mais restrições", declarou ele.


O órgão de Saúde de Israel, no entanto, recomenda que a população mantenha os cuidados para evitar o contágio do vírus, e que sempre levem as máscaras para usar quando necessário. 


No início da pandemia, Israel foi um dos primeiros países a impor a utilizar de máscaras em locais públicos. 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem