Loja online tem erro interno e vende produtos com quase 90% de desconto; TVs foram vendidas por R$ 419 - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

01 abril, 2021

Loja online tem erro interno e vende produtos com quase 90% de desconto; TVs foram vendidas por R$ 419


Uma falha no sistema de compras online do Carrefour fez com que diversos produtos fossem vendidos com preço muito abaixo que o do mercado. Máquina de lavar, TVs de 60 polegadas e celulares de última geração, por exemplo, foram vendidas por R$ 419,90 ou menos.

A situação ocorreu entre a noite de quarta (31/3) e a madrugada desta quinta (1/4). A marca já corrigiu o problema e agora avalia se vai estornar as compras, cancelar os pedidos ou recorrer a outra solução aos clientes que adquiriram produtos durante o período do bug. 

O atendente Thiago Salles, 22 anos, conseguiu comprar Motorola G30, vendido em média por R$ 1899,10, por R$ 419. Ele contou ao Uol que também adquiriu uma máquina de lavar 16 kg por R$ 389,90, quando o preço habitual era de R$ 1.494,78. Porém, às 9h20 as aquisições foram canceladas.


PROCON

A marca foi notificada hoje pelo Procon de São Paulo para esclarecimentos. "É uma providência nossa para que se explique o que aconteceu, se foi instabilidade no sistema, quantas vendas foram realizadas no período, quais descontos foram praticados. Vamos entender o cenário, vamos notificar para pedir esclarecimentos sobre isso", afirma o chefe de gabinete do órgão, Guilherme Farid.

O órgão fiscalizador vai apurar se as vendas devem ser mantidas. "Se, de fato, constatar que foi um erro grosseiro do sistema em que produtos de alto valor estão sendo vendidos de 'graça', por um valor muito pequeno, de fato não dá para exigir do estabelecimento o cumprimento forçado da oferta. Por exemplo, uma máquina de lavar que está sendo vendida por R$ 10. Então aí a gente percebe que houve erro. A gente sabe que erros ocorrem e nesse caso não dá para se aproveitar de um erro quanto uma oferta publicada indevidamente", declarou.

Por outro lado, caso se identifique que o desconto foi "razoável", a marca terá que manter os valores. "(Neste caso) a empresa permitiu ao consumidor finalizar a compra, clicar no botão, comprar e finalizar a compra. Aí sim o estabelecimento é obrigado a cumprir a oferta", disse ele, ao Uol. O Carrefour tem até a próxima quarta-feira (7/4) para responder a notificação do Procon. 

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco