Oito suspeitos são indiciados por organizar farra do boi em que animal caiu na piscina em SC - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

04 abril, 2021

Oito suspeitos são indiciados por organizar farra do boi em que animal caiu na piscina em SC


Oito suspeitos foram indiciados pela polícia por integrar uma organização criminosa que promovia farra do boi no Litoral Norte de Santa Catarina. Segundo a Polícia Civil, eles vão responder por maus-tratos e associação criminosa. 

Em uma das farras, um animal que fugia invadiu uma pousada e caiu na piscina no sábado (27). Cansado e assustado, o boi foi capturado e sacrificado.


A prática de farra do boi é crime, de acordo com o artigo 32 da Lei n. 9.605/1998, conforme acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF). A pena para quem comete é de três meses a um ano de detenção, com aumento de um terço da pena em caso de morte do animal.

Segundo o G1, o inquérito policial foi entregue na quinta-feira (1º) ao Ministério Público. O grupo é apontado pela polícia como responsável por práticas de farra do boi em Bombinhas, Porto Belo, Tijucas e Governador Celso Ramos desde 2020.


A investigação identificou em Tijucas o responsável por fornecer os animais, em São José, o responsável pelo transporte deles e em Bombinhas, um organizador da farra. Outras pessoas envolvidas também foram identificadas. Elas financiavam ou participavam do crime.

“Foram apreendidos caminhões, utilizados para o transporte, e também foram resgatados diversos animais. Inclusive foram identificados nove animais que estão diretamente ligados a essa associação criminosa ou que tenham participado da farra do boi diretamente na cidade de Bombinhas", afirmou o delegado Ricardo Melo para reportagem.


Animal na piscina
De acordo com o Grupo de Operações e Resgate (GOR), que atuou na ocorrência de 27 de março, cerca de 50 pessoas corriam atrás do boi. Na fuga, o animal danificou carros e casas, incluindo um veículo da Polícia Militar e do próprio GOR.

"A Polícia Civil alerta que essa prática não é uma tradição cultural, ela constitui crime, constitui uma infração administrativa cuja pena vai até R$ 10 mil. E também, no caso de reiteração, a gente alerta que será representado pela prisão preventiva de eventuais envolvidos”, explicou o delegado.


Farra do Boi
Segundo a prefeitura de Florianópolis, a Farra do Boi é um evento típico do litoral do estado brasileiro de Santa Catarina, que consiste em soltar um bovino em um terreno ou rua e assim "farrear" fazendo o animal correr atrás das pessoas que participam, sendo assim por percorrer distancias e fugir, o animal fica exausto. 


Após a brincadeira o animal é devolvido aos pastos e abatido ou usado novamente para a Farra. As vezes são sacrificados dias após a ''brincadeira'', sendo assim a carne é dividida entre os participantes que ajudaram a custear a compra do animal. A prática é considerada ilegal no Brasil desde 1998, mas ainda acontece.

Os adeptos da prática a justificam como cultura, enquanto grupos defensores dos direitos dos animais a consideram cruel e degradante, ou seja, tortura.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco