Prefeita Tânia Yoshida recebe Marinheiro conterrâneo de Conceição do Jacuípe em seu gabinete - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

30 junho, 2021

Prefeita Tânia Yoshida recebe Marinheiro conterrâneo de Conceição do Jacuípe em seu gabinete

ASCOM: PMCJ

 

Na manhã desta quarta-feira (30), a Prefeita Tânia Yoshida (PSD), recebeu em seu gabinete a honrosa visita do jovem marinheiro Uderlan Vasconcelos Ramos, de 27 anos, conterrâneo do Distrito do Bessa acompanhado da sua esposa e pais. Uderlan também já foi atleta revelação no FEAC, em 2001.


Na oportunidade conversaram sobre incentivos e projetos para o município nas diversas áreas, principalmente na área do Esporte e Educação, área em que ele se diz muito precioso. Tânia discutiu também seu Plano de Governo, que na área de Esporte está muito abrangente.


Tânia também ressaltou que foi enviado um Projeto à Câmara de Vereadores para criação do Bolsa Atleta e ainda alertou que quando a pandemia amenizar pretende retornar com força o FEAC (Festival Estudantil de Arte e Cultura) e a Escolinha de Futebol.


A Prefeita agradeceu a visita entregando ao marinheiro conjacuipense Uderlan, um símbolo de reconhecimento descrito com o seguinte letreiro: “A Prefeita Tânia Yoshida homenageia o conjacuipense Uderlan Vasconcelos Ramos, membro da Marinha do Brasil. Obrigado por representar nosso município nessa renomada instituição”.


“Eu fico muito feliz quando um filho da terra sai em busca da realização de seus sonhos e alcança. Se acreditarmos em nós mesmos, sempre iremos obter sucesso na caminhada”.  Enfatizou a Prefeita.



História de Uderlan

O mantra "quem acredita, sempre alcança" se encaixa muito bem na história de Uderlan Vasconcelos Ramos, de 27 anos, conterrâneo do Distrito do Bessa em Conceição do Jacuípe, que sonhava com uma vaga na Marinha do Brasil.



Ele conseguiu aprovação no processo seletivo da Marinha em 2013, sendo convocado em 2014 para Corpo de Praça, passou pela escola de formação em Recife, no Pernambuco como Marinheiro e atualmente assume o cargo de administrativo de Faroleiro (sinalização náutica) na Marinha de Guerra, na Base de Hidrografia, em Niterói, Rio de Janeiro.


Uderlan conta que começou sua carreira no Futebol, jogar bola era seus hobbies, mais sempre foi um jovem dedicado e esforçado nos estudos. Tendo incentivos de amigos e de toda sua família para a realização do concurso da Marinha.



O Processo Seletivo da Marinha em 2013 teve 35 mil candidatos para 2.200 vagas de nível médio.

"Só quem já passou por isso sabe o que é ver seu nome no Diário Oficial. É o aplauso público por toda sua luta e sofrimento que ninguém vê. Tenho 7 anos que fui aprovado na Marinha através de muito estudo e esforço. Quando vir meu nome, pensei em ligar para todo mundo e fiquei radiante", lembra Uderlan.


Entre todas suas trajetórias na Marinha, ele fez várias viagens. Dentre elas, serviu 1 ano em Manaus, no estado do Amazonas prestando assistência Hospitalar na Fundação Carlos Chagas. Ele também vem se destacando na Marinha recebendo o Prêmio de Viagem de Ouro no Navio Escola Brasil.


“A primeira aprovação veio em 2013 como cabo na Marinha. Em 2014 quando comecei a minha formação aprendi a valorizar ainda mais a minha carreira. A Marinha foi um grande marco na minha vida”.  Lembra.



Técnicas de estudo

Segundo Uderlan, quando seu estudo começou, em meados de 2012 para 2013, tinha organização e direcionamento.  Ele ainda deu algumas dicas para se obter uma aprovação em um concurso público: Ter foco na hora de estudar, com planejamento e cronograma, usar resumos, mapas de conteúdo e questões de provas anteriores, Aumentar o ritmo de estudo antes da prova e focar em revisão e questões de provas anteriores da banca.


Quando o estudo se tornou seu foco principal, em 2013, com a bagagem do ensino médio, ele conta que estudava esporadicamente, com muito treinamento físico, já que ele era atleta, ajudando ainda mais no condicionamento para o futuro TAF (Treino de Aptidão Física). Ela estudava na base de provas de concursos anteriores, resumos, mapas mentais de conteúdo, revisão de conteúdo e de questões também fizeram parte da sua estratégia.

 

"Eu já era acostumada a uma rotina intensa e só troquei uma pela outra. Mas a preparação tem que ser como uma academia, começando com uma série leve e ir aumentando". Um mês antes da prova, ela recomenda manter o foco em revisão e resolução de questões de provas anteriores da banca.


Ajudando candidatos

Com a estabilidade que a Marinha do Brasil o trará, Uderlan quer se tornar coach e ajudar candidatos que estão em busca de uma vaga no serviço público. "Se o candidato tiver orientação, talvez ele não precise esperar 10 anos, como eu, para ser feliz. Ele pode encurtar o caminho", ressalta.


Finalizando, Uderlan comentou que vem sempre a Conceição do Jacuípe, quando tem disponibilidade, principalmente no Distrito do Bessa visitar seus familiares e amigos.

Em 2024, ele será promovido a 3° Sargento, na Marinha do Brasil.


ASCOM: PMCJ

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco