A pandemia vai indo, mas tem a variante delta e a conta da vacina - O Portal com 'B' de Berimbau - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

28 agosto, 2021

A pandemia vai indo, mas tem a variante delta e a conta da vacina - O Portal com 'B' de Berimbau


 Três notícias sobre a pandemia, uma boa e duas ruins.

A boa: os números ruins estão caindo na medida em que a vacinação avança. Anteontem a regulação em Salvador só tinha quatro pessoas, número do comecinho, lá de abril de 2020.


As ruins estão imbricadas:

1- Chegou a variante delta, tida como mais contagiosa e letal, principalmente para idosos, entrando num time de 25 outras variantes já listadas pelo Lacen até julho na Bahia.

2 - Isso sugere, segundo autoridades que trabalham na pandemia, que a vacinação foi mais lenta do que a capacidade do vírus de se multiplicar. E ainda vamos ficar ainda um bom tempo convivendo com isso, o que vai obrigar a manter o processo de vacinação em massa aí por pelo menos três anos. E quem vai pagar a conta?


Incerteza — A pergunta aí permeia as conversas de prefeitos. Eles lembram que o cenário sugere uma tendência bem nítida, a de que o processo de vacinação será contínuo até porque já vem aí a terceira dose para os mais idosos, mas não se fala sobre como pagar a conta.

Só em Salvador, o número de pessoas contratadas além do quadro regular para trabalhar na vacinação é de 400 pessoas. Na UPB, os prefeitos dizem que no ano passado o dinheiro jorrou do governo federal, mas este ano não. Está mais para tempo de murici, cada um cuida de si. A questão, alertam eles, é que já vivem no limite. E, sem ajuda, não dá.


Wagner diz que Lula amarrou as alianças baianas para 2022

Lula só deixou a Bahia ontem no meio da tarde, após ir a Camaçari visitar o Senai-Cimatec, o núcleo de produção da inteligência industrial mantida pela Federação das Indústrias da Bahia (Fieb). Jaques Wagner o largou para acompanhar Rui Costa em Andaraí, mas diz que foi muito bom.

– Uma figura como Lula, uma expressão nacional que passou 580 dias injustamente preso, só pode ajudar e ajudou. Fortaleceu a união dos partidos que estão na base do governo. Todos estavam lá, inclusive os dois maiores, o PSD de Otto Alencar e o PP de João Leão.

Wagner ressalva que só vai se discutir formação de chapa lá para novembro ou dezembro, quando haverá mais clareza sobre como vai ficar o quadro nacional.

– Mas dá gosto de ver Lula, que vai completar 76 anos em outubro, disposto a brigar para botar o Brasil nos trilhos, no respeito, na concórdia.


Rui Correria em Jequié

A passagem de Rui Costa na semana passada por Jequié, onde foi inaugurar obras e anunciar outras novas, rendeu peça de muito sucesso nas redes sociais da região. Com a legenda Rui Correria, ele aparece numa foto dando entrevista e atrás tem uma placa de trânsito ditando a velocidade máxima: 20 km.

Rui tem fortes laços com Jequié, terra da primeira-dama Aline, e lá se diz que o governo já investiu mais de R$ 100 milhões em obras.


Frigorífico da Chapada, um caso único no Brasil

Wilson Cardoso (PSB), prefeito de Andaraí, chamou Rui Costa, Jaques Wagner e cia. para inaugurar lá ontem o Frigorífico da Chapada. Pecuarista e empresário, Wilson é o dono, mas o fato é por si diferenciado. É um complexo de cinco fábricas para o abate e desossa de bovinos, suínos, ovinos e caprinos, com 100% de aproveitamento de tudo, de cortes nobres da carne, acharqueado, embutidos, ossos, sangue e afins, trabalhados para virar ração ou adubo, num total de 168 produtos, único do país assim. Ele diz que ralou para fazer a obra sem ir a banco. Mais de R$ 30 milhões:

– Mas tenho o orgulho de dizer que a Chapada, um paraíso natural procurado por gente de todo o mundo, vai mostrar como se faz produto de origem animal 100% confiável.


POLÍTICA COM VATAPÁ

O vice-cara

Ano 2009, Barack Obama, presidente recém-empossado dos EUA, encontrou Lula na reunião dos 20 mais ricos do mundo e bradou.

– Você é o cara!

Repercussão na imprensa inteira, mas ainda entre petistas.

Ainda no calor da onda, no X Fórum de Governadores do Nordeste e da reunião do conselho deliberativo da Sudene, em Montes Claros, o vice-presidente da República, José de Alencar (Lula presente), mineiro, discursava:

– A Sudene é muito importante para o desenvolvimento do Nordeste. Fiz minha primeira empresa com dinheiro da Sudene. Quando paguei, a Sudene me ofereceu mais dinheiro para eu fazer outra empresa. Eu respondi que iria fazer outra empresa, mas com meu próprio dinheiro. Já tinha ganhado o bastante e não precisava mais da Sudene.

Jaques Wagner, então governador, na plateia

– Pô, Alencar! Você é o cara!

E Alencar:

– Não. Eu sou o vice-cara.


A TARDE

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco