Mulher é presa suspeita de dar comida envenenada a família que passava fome - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

23 agosto, 2021

Mulher é presa suspeita de dar comida envenenada a família que passava fome


 

Duas vítimas morreram e as outras duas seguem internadas na Unidade Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas

Uma mulher suspeita de envenenar quatro pessoas da mesma família, em julho deste ano no bairro da Federação, em Salvador, foi presa nesta segunda-feira (23). De acordo com a Polícia Civil, duas vítimas morreram e as outras duas seguem internadas na Unidade Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas.

“Tomamos conhecimento após um dos irmãos das vítimas informar que no dia 31 de julho, uma sacola contendo três latas sardinhas, um saco de farinha e dois pacotes de macarrão instantâneo foram postos na frente da residência dos irmãos, pela autora do fato, eles acharam que era uma doação, pois vivem em situação de vulnerabilidade. Após o preparo do alimento, a primeira vítima faleceu no mesmo dia da ingestão”, disse a delegada Zaira Pimentel, responsável pelo caso.

Durante as diligências, os policiais identificaram a autora do fato, “em depoimento ela confessou o delito e narrou à premeditação do crime. Ela informou que comprou o veneno em um camelô na Av. Sete de Setembro e colocou sobre os alimentos. A mulher ainda informou que tinha tido uma briga de vizinho com uma das vítimas e que não tinha intenção de matar outras pessoas”, relatou.

O laudo pericial realizado pelo Departamento de Polícia Técnica confirmou que os venenos utilizados continham as substâncias, arsênico e malationa. O arsênico é o mesmo veneno usado para matar o pastor Anderson, marido da ex-deputada Flordelis – ela é apontada como mandante.

A mulher segue na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde se encontra à disposição da Justiça.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco