Homens agridem transexual, filmam e ainda riem da situação em Minas Gerais

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um grupo de homens agredindo uma mulher trans em Uberlândia, Minas Gerais. A agressão foi filmada por uma pessoa que está com o suspeito e o que parece ser um grupo de homens ainda ri da situação.

O crime aconteceu na madrugada de quinta-feira (21/10), apesar das imagens terem viralizado apenas neste sábado (23/10). A vítima, Luara Silva, é agredida com uma rasteira por um homem que desce de um carro, aplica o golpe e volta correndo para o veículo, fugindo do local em seguida. Ela fica caída no chão. 

 



Na imagens, é possível ver que primeiro o suspeito diz 'oi, moça'. Depois, pergunta quanto é o programa e, por fim, dá a rasteira na transexual, que vai ao solo. "Eu estava fazendo um serviço de campo com distribuição de preservativo e gel lubrificante, ai parou esse carro desceu esse rapaz e meu deu um chute e eu caí no chão. Na hora que ele me deu o chute ele já saiu correndo, entrou no carro e foi embora. Ele é tão covarde que na hora que ele chute ele já corre, porque se ele fica a gente resolvia também, tinha problema não", disse Luara, em entrevista ao jornal mineiro O Tempo.

Luara é presidente da Associação Triângulo Trans, entidade de apoio a transexuais. Ela estava no viaduto da BR-050 com a Avenida Floriano Peixoto, no bairro Custódio Pereira, quando foi agredida. Ela lamentou o ocorrido. "A gente fica muito abalada com tudo isso, toda essa violência que  a gente não sabe onde vai parar né. A pessoa se abala totalmente quando acontece isso. É doloroso ver isso. O mundo não muda, fica só desse jeito. Tem que mudar né, nós vamos conseguir mudar", destacou a vítima.

A Polícia Civil informou que "instaurou procedimento investigativo para apurar o caso de lesão corporal registrado pela vítima, de 37 anos, em Uberlândia. A PCMG apura as imagens, que serão submetidas à vítima para a identificação do suspeito. Se reconhecido, será intimado para prestar declarações. Outras informações serão prestadas em momento oportuno".

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem