A poucos dias do Enem, 29 funcionários do Inep pedem demissão - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

08 novembro, 2021

A poucos dias do Enem, 29 funcionários do Inep pedem demissão

 


A menos de duas semanas da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 29 funcionários do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pediram exoneração

Desses, 27 trabalham em áreas ligadas ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) —que acontece no fim de novembro— e 22 são coordenadores. Os pedidos de demissão acontecem de forma coletiva como uma medida para pressionar a saída do atual presidente do órgão, Danilo Dupas. O Inep é um órgão ligado ao MEC (Ministério da Educação) e é responsável pelo exame.

 

Por meio de nota, a Associação dos Servidores do Inep (Assinep) lamentou "profundamente" a situação ter "chegado a esse ponto". Conforme a entidade, os servidores que permanecem no Inep seguirão trabalhando para cumprir as demandas, mas uma "atuação urgente" do Ministério da Educação (MEC) e do governo federal para resolver a questão foi cobrada.

O pedido de demissão em massa ocorre dias depois da exoneração de dois coordenadores ligados à realização do Enem. Em setembro, o então diretor de tecnologia responsável pela versão digital do exame também pediu para sair.

 

No pedido de dispensa coletivo, foram apontadas ainda como razões a "falta de comando técnico" do Inep e a "fragilidade técnica e administrativa da atual gestão".

Em assembleia na última semana, servidores do Inep afirmaram ver risco à aplicação do Enem 2021 pelo que chamam de "falta de comando técnico". Em um ato realizado em frente ao prédio do instituto, em Brasília, um grupo de funcionários acusou a atual gestão de promover um "clima de insegurança e medo".

 

Segundo os servidores, a aplicação das provas está sendo elaborada sem a atuação das Equipes de Incidentes e Resposta (ETIR), por decisão "arbitrária e unilateral" de pessoas com cargos de chefia, ligadas à presidência do Inep.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco