Jovem de 20 anos é executada após ter casa invadida por encapuzados em Camaçari; crime pode ter relação com homofobia

 

Uma jovem de 20 anos, Camury Rosa de Jesus Amorim, foi morta com diversos tiros dentro de uma casa em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. O caso aconteceu por volta das 4h desta quarta-feira (15/12).

Testemunhas disseram informalmente à Polícia Civil que homens, encapuzados, invadiram a residência, localizada no bairro Gravatá, e atiraram contra a vítima. A jovem morreu na hora.

Policiais militares do 12º Batalhão (BPM) foram acionados e isolaram a área até a chegada do Serviço de Investigação de Local de Crime. O homicídio será apurado pela 18ª Delegacia Territorial (DT).

Oficialmente, a Polícia Civil não confirmou, mas amigos de Camury ouvidos sob anonimato suspeitam que a motivação do assassinato pode estar relacionada com homofobia, já que a menina era lésbica. Outras hipóteses, porém, também não serão descartadas durante as apurações.

Não há informações se tinham outras pessoas dentro do imóvel no momento da invasão. O corpo de Camury foi levado para o Instituto Médico Legal.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem