Rui Costa: 'Não conheço na história da Bahia um desastre desse'

Governador definiu como uma "tragédia muito singular" as fortes chuvas que atingem o estado


Com o estado sofrendo com os esfeitos de um forte temporal causada por uma frente fria, o govenador Rui Costa (PT) classificou as chuvas, que atinge a Bahia, em especial a região sul, como uma "tragédia muito singular" e um dos maiores desastreas da história. Ao todo, 72 cidades baianas estão em situação de emergência. 

 

"É uma tragédia gigantesca, não lembro se na história recente da Bahia tem algo dessa proporção. É algo realmente assustador pelo número de casas, de ruas e de localidades completamente embaixo de água", complementou, em vídeo postado em sua conta no Twitter. 

Na manhã deste domingo, Rui voou para Ilhéus, onde foi montado um posto avançado e de lá sobrevoou as cidades atingidas pela chuva. "Infelizmente, em toda a região sul da Bahia o cenário é devastador. Há muitas comunidades e centros comerciais completamente embaixo d'água", afirmou o governador. 

 

De acordo com Rui Costa há localidades com interrupção no fornecimento de água e energia elétrica."Temos locais em que a água está no nível da linha de energia do poste".

O balanço divulgado pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (Sudec) na tarde de sábado, 25, contabilizava 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados. No total, segundo o órgão, 378.286 pessoas foram atingidas pelas chuvas; 286 ficaram feridas. 

 

"Nesse momento [o objetivo é] salvar as pessoas com botes, helicópteros. Tirar as pessoas de cima dos telhados, de cima das casas, de pontos ilhados", afirmou o governador. "Nesse momento a preocupação maior é retirar as pessoas das áreas de risco", acrescentou.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem