STF determina 48h para governo federal se manifestar sobre vacina da Pfizer em crianças


O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (17) 48 horas para que o governo federal se manifeste sobre a vacinação contra a Covid-19 da Pfizer em crianças entre 5 e 11 anos.


A ordem ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar, na quinta (16), a aplicação do imunizante para crianças nesta faixa etária.


“Que o governo federal apresente, em 48 horas, a complementação do Plano Nacional de Vacinação, para incluir as etapas a serem cumpridas para iniciar e concluir a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19, incluindo-se um cronograma que viabilize a cobertura vacinal adequada de toda a população infantil antes da retomada das aulas, bem como a previsão de um dia nacional (Dia D) para vacinação, ou mesmo a designação de possíveis datas para a realização de grandes mutirões de incentivo e vacinação”, diz Lewandowski na ação.


O Ministério da Saúde já anunciou que vai fazer uma audiência pública para avaliar a vacinação contra Covid-19 de crianças.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem