Funcionários públicos que não se vacinaram já começaram a ser demitidos, diz Rui

 A medida vale para concursados ou contratados que se recusaram a tomar a vacina contra a covid-19


O Governo da Bahia começou a publicar, no Diário Oficial, o afastamento de servidores concursados e a demissão dos não concursados que se negaram a tomar a vacina contra covid-19, afirmou Rui Costa em um evento nesta sexta-feira (20). Segundo o governador, depois de 30 dias da notificação individual daqueles que não se imunizaram, será aberto um processo administrativo disciplinar, que visa a exclusão do cargo de servidor público dessas pessoas. 


Rui Costa deixou claro que a medida serve para todos os tipos de cargos: "Vale desde concursado até estagiário". O governador não soube dizer quantos funcionários já foram demitidos porque, segundo ele, a cada dia vence o prazo de um mês de alguns deles: "Todos dias estão sendo publicados afastamentos, porque vence o prazo de quem foi notificado dias atrás". 


O governador ainda alertou para o risco de novas variantes surgirem, caso a vacinação não avance. "O grande risco é que, com essa avalanche de contaminação, tenhamos uma nova variante mais agressiva", disse. 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem