Gripários amanhecem cheios e com fila de espera de até 4h em Salvador

No gripário do Pau Miúdo, a fila de espera era de mais de quatro horas

A alta quantidade de infecções, a partir da variante ômicron, provocou uma enorme procura nos gripários de Salvador nesta segunda-feira (24). No gripário do Pau Miúdo, a fila de espera era de mais de quatro horas. Havia fila de espera e muita gente com sintomas aguardando no stand do lado de fora para ser atendido.



No gripário dos Barris, uma cena muito parecida. Com lotação além do excedente, houve distribuição de senha para o atendimento e muita gente desistindo por ter que esperar demais até ser atendido. 


Em dados divulgados no último domingo (23), a capital baiana teve 759 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, e nenhum óbito. Ao todo, a capital baiana já registrou 251.427 infecções pela doença. Destes, 5.121 encontram-se ativos e 8.131 tiveram óbito confirmado. A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto está em 70% na cidade e 95% dos leitos de UTI pediátrica estão ocupados. Os números são da Secretaria estadual da Saúde (Sesab).

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem