Idoso é preso por suspeita de matar cachorro a facadas e jogar corpo em rio



Um homem de 75 anos, que mora em Coxim, Mato Grosso do Sul, foi preso após confessar ter matado um cachorro a facadas e jogado o animal em um rio. O suspeito alegou que o cão o perturbava.


Uma equipe de Policiais Militares Ambientais (PMA) foi parada durante o patrulhamento terrestre na rodovia Transpantaneira, por um morador da região que discutia com seu vizinho e afirmava que o homem havia matado seu cachorro.


A PMA realizou uma vistoria no automóvel e encontrou uma arma espingarda do tipo garrucha calibre 22 e 10 munições do mesmo calibre, além de quatro munições calibre 36, uma munição calibre 38, três facões e duas facas, uma delas teria sido utilizada para abater o cachorro. A faca ainda estava suja de sangue.


O idoso confessou o crime e foi preso em flagrante. Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Coxim e responderá pelo crime ambiental de maus e por posse ilegal de armas e munições. O suspeito passará por audiência de custódia e o juiz poderá mantê-lo preso, ou liberá-lo para responder aos processos em liberdade. Além disso, ele terá que pagar uma multa de R$ 3.000,00 por maus tratos.


Vale lembrar que a pena para o crime de maus tratos a cães e gatos é de dois a cinco anos de reclusão e para a posse de arma e munições é de um a três anos de detenção.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem