Barril do petróleo passa de US$ 100 após invasão russa à Ucrânia

 A bolsa de valores da Rússia iniciou o dia com uma forte queda


A invasão da Rússia à Ucrânia, que iniciou na madrugada desta quinta-feira, 24, começa a causar impactos financeiros nos mercados mundiais. O primeiro efeito mais grave foi o aumento do preço do barril de petróleo, que ultrapassou a barreira dos US$ 100 pela primeira vez desde 2014.

A invasão, a tensão militar e a crise política mundial pode aumentar a inflação, que já está em níveis altos por causa da pandemia de Covid-19.

Com o salto do preço do petróleo, o índice Moex, o maior da bolsa de valores da Rússia, desabou 45% na abertura do mercado. Além disso, o desempenho das 50 maiores empresas do mercado russo foi ainda pior, na média de menos 49,9%.

 

As Bolsas de valores de Moscou e São Petersburgo suspenderam as operações. As de Hong Kong, Sydney, Mumbai e Seul operavam, por volta das 3h (horário de Brasília), em queda superior 3%. Os mercados de China, Japão e Austrália fecharam em queda. Os europeus abriram em baixa.



Invasão russa

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou, na madrugada desta quinta-feira, 24, em pronunciamento aberto de TV,  uma operação militar nas regiões separatistas do leste da Ucrânia. Estruturas militares localizadas em diferentes cidades ucranianas - inclusive na capital, Kiev - foram atacadas.

Segundo a agência Interfax, tropas russas entraram, também, nas cidades portuárias de Odessa e Mariupol, o principal município sob controle de Kiev na linha de frente com os separatistas no Leste do país.

 

A invasão da Rússia à Ucrânia, que iniciou na madrugada desta quinta-feira, 24, começa a causar impactos financeiros nos mercados mundiais. O primeiro efeito mais grave foi o aumento do preço do barril de petróleo, que ultrapassou a barreira dos US$ 100 pela primeira vez desde 2014.

A invasão, a tensão militar e a crise política mundial pode aumentar a inflação, que já está em níveis altos por causa da pandemia de Covid-19.

Com o salto do preço do petróleo, o índice Moex, o maior da bolsa de valores da Rússia, desabou 45% na abertura do mercado. Além disso, o desempenho das 50 maiores empresas do mercado russo foi ainda pior, na média de menos 49,9%.

As Bolsas de valores de Moscou e São Petersburgo suspenderam as operações. As de Hong Kong, Sydney, Mumbai e Seul operavam, por volta das 3h (horário de Brasília), em queda superior 3%. Os mercados de China, Japão e Austrália fecharam em queda. Os europeus abriram em baixa.



Invasão russa

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou, na madrugada desta quinta-feira, 24, em pronunciamento aberto de TV,  uma operação militar nas regiões separatistas do leste da Ucrânia. Estruturas militares localizadas em diferentes cidades ucranianas - inclusive na capital, Kiev - foram atacadas.

Segundo a agência Interfax, tropas russas entraram, também, nas cidades portuárias de Odessa e Mariupol, o principal município sob controle de Kiev na linha de frente com os separatistas no Leste do país.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky anunciou que impôs a lei marcial no país e pediu que a população permaneça calma.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem