Cobrança por notas e proibição de jogos faz adolescente matar mãe, irmão e deixar pai baleado na Paraíba


A cidade de Patos, no interior da Paraíba, foi palco de uma tragédia familiar neste último sábado (19/3). Um adolescente, de 13 anos, é suspeito de matar a mãe, o irmão, de 7, e balear o pai, um sargento da Polícia Militar no munícipio do sertão paraibano.


De acordo com a Polícia Civil, o adolescente confessou o crime. No local, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), encontrou o corpo da mãe no quarto do casal e o da criança na sala, próximo ao pai.


Durante entrevista à TV Sol, o delegado da Polícia Civil, Renato Leite, afirmou que o adolescente, a princípio, teria dito que se tratava de latrocínio mas que ao ser questionado, confessou alegando se sentir pressionado para tirar boas notas e fazer algumas tarefas domésticas.


”Ele disse em detalhes que antes de sair de casa, o pai havia tomado o celular do garoto por conta das notas baixas. Quando o pai saiu, ele pegou a arma no escritório, foi até o quarto onde estava a mãe e disparou. Quando o pai chegou, tentou fazer com que ele soltasse a arma e acabou sendo ferido. O irmão, ao ver a cena, tentou ajudar o pai e foi atingido pelas costas”, disse Renato Leite.


O jovem foi levado para a Delegacia de Homicídios de Patos onde prestou esclarecimentos e em seguida encaminhado para a Central de Polícia onde deve aguardar por uma audiência de apresentação.


O pai foi encaminhado para O Hospital de Traumas na cidade de Campina Grande onde passará por cirurgia. O Policial Militar reformado, de acordo com Boletim Médico, está com uma bala alojada na coluna.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem