Não caia em cilada: veja 5 cuidados básicos para skincare em pele negra

Mesmo com mais proteção natural, rotina diária deve incluir filtro solar e produtos específicos



Um levantamento do Google apontou que as buscas por maquiagem, skincare e cuidados para pele negra aumentaram 60%, ou 2 vezes mais em relação ao crescimento médio das pesquisas por produtos na categoria Beleza e Cuidados Pessoais, no período entre janeiro e agosto de 2020. Observando no dia a dia, a palavra, já aglutinada como  ‘skincare’, ou cuidado da pele, em tradução livre para o português, se tornou presente na rotina.

Apesar da quantidade de informação disponível no mundo da Internet, manter os cuidados com a pele negra nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque, apesar do avanço na informação, há diversas dúvidas que permeiam esse assunto. 


Produtor cultural, Matheus de Morais, morador da Cidade Baixa, é um exemplo de apaixonado por cuidados com a pele, mas que ainda esbarra em dificuldades para encontrar um material seguro e não transformar o cuidado em problema.

“É muito difícil encontrar informações seguras sobre skincare. É sobre o que amigos falam, há poucos locais especializados, é difícil confiar em blogueiro porque tem que ter algo mais sério. Ver que a pessoa é muito séria no que faz para conseguir levar a sério o que ela me passa para pele. É mais difícil ainda encontrar especialistas ou esteticistas que cuidem da pele negra”, destaca  Matheus.


A rotina de skincare dele começou quando o irmão virou farmacêutico de uma drogaria em Salvador e começou a adotar os cuidados. Hoje, Matheus não deixa de fazer seu ritual: limpa o rosto com sabonete em gel, passa tônico adstringente, ácido de vitamina D e outros produtos para hidratar o rosto.

Verão e inverno
Atenta às inquietações e ao aumento da procura por tratamentos estéticos, a médica dermatologista Marília Acioli elucida alguns questionamentos e faz um alerta acerca dos cuidados específicos da pele,  independente da estação do ano.

A especialista explica que, como primeiro ponto, é importante entender que a pele negra tem mais proteção natural por causa da melanina que faz com que a pele não seja tão predisposta a queimaduras solares. No entanto, o uso de protetor solar não pode ser descartado para evitar possíveis manchas. Ele é parte fundamental da rotina de beleza e cuidados.

“Apesar da melanina agir como uma barreira, reduzindo as ações dos raios solares, como um antioxidante, combatendo os radicais livres e diminuindo os sinais de envelhecimento, a abundância da produção dessa proteína facilita o surgimento de manchas na pele”, afirma.

A médica observa que as doenças encontradas com maior frequência na pele negra são melasma, dermatite seborreica na face e no couro cabeludo, além da dermatose papulosa nigra (verrugas escuras) que geralmente ficam nas pálpebras e laterais do rosto.

sem agressões
Marília alerta que, embora a pele negra tenha uma incidência menor a desenvolver o câncer de pele, existem outros fatores que podem afetá-la. “Por isso, precisa-se tomar cuidado com cosméticos e tratamentos agressivos à pele negra que provoquem inflamações mais profundas e posteriormente causem manchas”, orienta.

Jornalista, Helen de Souza começou a usar produtos de skincare aos 12 anos, quando apareceram as espinhas. Ela conta que não tinha uma  uma rotina apropriada porque não tinha acesso a dermatologista e ia usando o que via em revistas e tinha condições de comprar.

A rotina mais ‘regrada’, como descreve, veio já aos 19, mas ainda sem acompanhamento profissional: “minha rotina atual é lavar, hidratar com uma loção de ácido hialurônico, vitamina C durante o dia, outro hidratante e protetor solar. À noite repito a mesma rotina, exceto o protetor solar e vitamina C”, explica.

Atenta à essas dúvidas e para orientar o público, a médica dermatologista Marília Acioli, lista cinco cuidados essenciais com a pele negra que podem ser usados durante todo o ano.

Confira:

1 - Uso de filtro solar

Apesar da melanina agir como barreira reduzindo ações dos raios solares, como um antioxidante natural que faz com que a pele não seja tão predisposta a queimaduras solares, além de combater radicais livres e diminuir os sinais de envelhecimento, ela não protege completamente dos danos da radiação UVA e UVB. Por este motivo, o uso de protetor solar adequado é imprescindível, pois sem proteção a abundância da produção de melanina facilita o surgimento de manchas, devido à alta pigmentação da pele.

2 - Cuidado com cosméticos e tratamentos agressivos

Embora a pele negra tenha uma incidência menor a desenvolver o câncer de pele, existem outros fatores que podem afetá-la. Por este motivo, é necessário tomar cuidado com cosméticos e tratamentos que atuem de forma agressiva na pele negra e que provoquem inflamações mais profundas, pois podem causar manchas posteriormente ao uso ou procedimento.

3 - Optar por hidratante e filtro solar com fórmulas de toque seco

A pele negra tem tendência a ser um pouco mais oleosa dos demais tipos de pele, principalmente durante o verão e, por causa do calor, acontece uma estimulação ainda maior das glândulas sebáceas. Por isso, além de realizar a limpeza do rosto entre duas e três vezes por dia com um gel próprio para controlar a oleosidade, é importante investir em um hidratante leve, com textura gel-creme, para reequilibrar os níveis de água e óleo na derme. Ao escolher o protetor solar, vale procurar por fórmulas específicas para o rosto e com toque seco, que garantem um aspecto sedoso e livre de brilho por mais tempo.

4 - Procurar especialistas com conhecimento em pele negra

A realização de todos os procedimentos estéticos podem ser feitos na pele negra. No entanto, procurar um especialista que tenha conhecimento atrelada a experiência com pele negra é de suma importância, por causa das particularidades da pele, como no caso do processo de pigmentação. Além disso, o dermatologista precisa saber quais são as medidas a serem tomadas para este tipo de pele, para a utilização de botox, realização de preenchimentos, bioestimuladores e fios de sustentação, por exemplo.
 
5 - Cuidados para envelhecimento da pele com qualidade 

Apesar dos benefícios naturais da pele negra, como demorar mais para apresentar os sinais do tempo, causada pela maior produção de colágeno e elastina, é importante atentar-se para para que haja um envelhecimento com mais qualidade. Neste caso, o uso de bioestimuladores, aplicação de botox, o uso de filtros solares adequados e visita a um profissional para orientações específicas poderão potencializar o que a melanina faz naturalmente, contribuindo para uma pele mais firme durante muito tempo. 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem