Rússia pede suspensão da exportação de fertilizantes e preocupa Brasil


O governo da Rússia recomendou, em meio à guerra na Ucrânia, que os fabricantes de fertilizantes do país suspendam suas exportações. Segundo nota do Ministério da Indústria e Comércio russo, o motivo da decisão é a desorganização da cadeia logística.


"Falhas no embarque de fertilizantes podem afetar diretamente a segurança nacional de vários países e causar graves consequências na forma de escassez de alimentos para centenas de milhões de pessoas já no médio prazo", afirma o ministério.


"Recomendamos a suspensão temporária do embarque de fertilizantes russos para exportação até que os transportadores retomem o trabalho rítmico e forneçam garantias para a implementação de entregas", complementa, a nota.


A medida pode afetar diretamente o Brasil. O país importa 23% dos seus fertilizantes fosfatados e nitrogenados da Rússia, e 3%, de Belarus, país que também está sob sanções econômicas devido ao seu envolvimento na guerra da Ucrânia ao lado dos russos.


Segundo estimativa da Associação Nacional para a Difusão de Adubos, o Brasil tem estoques de fertilizantes para três meses.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem