Detenta transexual engravida mulheres na cadeia ao ser colocada em prisão feminina

 

De acordo com informações retiradas de um relatório prisional e publicadas nesta quinta-feira, 14, um presidio estadual localizado em Nova Jersey, nos Estados Unidos, se tornou alvo de polêmicas.


Segundo o jornal norte-americano New York Post, duas detentas engravidaram enquanto cumprem pena dentro da prisão feminina Edna Mahan Correctional Facility, após terem relações sexuais com uma prisioneira transexual.


A identidade de nenhuma das envolvidas no caso foi relevada. Mesmo assim, o episódio chamou a atenção. Sabe-se que desde 2021, Nova Jersey permite que detentas possam cumprir pena em presídios que estejam de acordo com sua identidade de gênero.


Situação atual – De acordo com a reportagem, a mudança no sistema prisional aconteceu após uma mulher trans abrir um processo para denunciar o fato de ter vivido em presídios masculinos por 18 anos.


No momento em que essa publicação vai ao ar, 27 prisioneiras da Edna Mahan Correctional Facility são mulheres trans. O local não exige que essas detentas realizem a cirurgia de redesignação sexual (CRS).


Fonte: Hoje cidades

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem