Jornalistas são recebidos pela PM na Bahia ao tentar fazer matéria sobre mineradora inglesa

 

Os repórteres Daniel Camargos e Fernando Martinho foram surpreendidos por Policiais Militares (PMs) armados enquanto faziam uma reportagem na cidade de Piatã, na chapada diamantina. A equipe da Repórter Brasil aguardava resposta a um pedido de entrevista na sede da mineradora inglesa Brazil Iron quando os agentes chegaram.

Os policiais disseram que a própria empresa os havia convocado porque os jornalistas teriam invadido propriedade privada. Segundo a Repórter Brasil, como essa invasão não aconteceu, a empresa então passou a pedir a apreensão de imagens captadas.

O jornal não deu detalhes sobre a matéria que investigava. Os repórteres foram instruídos pelo advogado para não ceder as imagens - eles seriam obrigados apenas se houvesse uma autorização judicial para esse tipo de apreensão. Como não houve acordo entre empresa e jornalistas, todos foram conduzidos para a delegacia, no centro da cidade. Algumas horas depois, foram liberados.

Ainda segundo a equipe, o gerente de logística da Brazil Iron, Roberto Mann, convidou Camargos e Martinho a sentarem-se em uma sala de reunião onde estavam dois executivos ingleses da empresa. Depois de os jornalistas explicarem a reportagem e os esclarecimentos que gostariam de receber da mineradora, o gerente pediu que aguardassem.

Mann chegou a servir café aos repórteres, mas, nesse meio tempo, acionou a polícia.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem