Moradores de Amélia Rodrigues bloqueiam BR-324 em manifestação

Grupo pediu a construção de um retorno no local


Cerca de 40 moradores da região de Areal, no município de Amélia Rodrigues, a 100 km de Salvador, interditam a BR-324, no km 545, nesta quinta-feira (14).


Por volta das 13h50, as vias estavam totalmente interditadas, em virtude da manifestação. Os moradores pedem pela construção de um retorno no local, para facilitar o acesso à localidade.


Às 14h50, entretanto, uma das faixas foi liberada, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal.


Essa não é a primeira manifestação que as pessoas realizam no local. Nos últimos dias 14 e 21 de março, o mesmo protesto foi feito.


Os moradores reclamam que, para sair do povoado de Areal em direção ao centro de Amélia Rodrigues, é necessário passar pela cidade de Terra Nova e fazer a conversão. Esse percurso passa por um pedágio, o que gera despesas e prejuízo para os motoristas.


Hoje, para o acesso à cidade é preciso andar cerca de 15 km na rodovia, até a cidade de Santo Amaro, até chegar ao retorno. Pedestres reclamam que a travessia não é segura.


Sobre a reivindicação, a Via Bahia Concessionária informou que os projetos para construção de dispositivos de retornos, incluindo esse do quilômetro 545, estão à espera de serem analisados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). 


De acordo com a nota, as tratativas para a construção desse retorno tiveram início em 2014. A última versão do projeto foi enviada pela VIABAHIA à ANTT em agosto de 2020, mas até o momento não foi respondida.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem