Mulher é presa por servir pratos com maconha como ingrediente em casamento



Uma noiva da Flórida e a mulher responsável pelo buffet da festa foram presas e acusadas de misturar comida de casamento, incluindo lasanha, com maconha e fazer com que vários convidados adoecessem.

Segundo informações cedidas pela polícia local ao g1, a noiva Danya Shea Svoboda, 42, e Joycelyn Montrinice Bryant, 31, foram indiciadas por negligência culposa, entrega de maconha e violação da lei de anti-adulteração da Flórida. O incidente ocorreu no mês de fevereiro, mas só foi liberado pela polícia nesta quinta-feira.

Relatos informam que a comida servida estava misturada com a planta. Miranda Cady, uma das convidadas, disse à polícia que comeu um pão com molho de ervas e se sentiu mal como se seu coração fosse parar.

Candy também contou à polícia que perguntou para a responsável do buffet, Joycelyn Bryant, se havia maconha na comida. "Bryant riu e balançou a cabeça positivamente”, afirma o depoimento.

Durante as conversas com a polícia foi contado que Nancy Postma e Belmonte, sua filha, entraram na cozinha, procurando água e explicando que não estavam se sentindo bem. Segundo elas, um dos membros da equipe disse: “Bem, há cannabis na comida”.

Os investigadores estimaram que cerca de 50 pessoas compareceram à recepção do casamento. Nenhum dos convidados entrevistados disse que sabia que haveria maconha na comida.

Na Flórida, a maconha medicinal é legal, mas o uso recreativo continua proibido.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem