Pandemia impulsiona o setor de delivery no Brasil


O relatório Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade e pelo SEBRAE, revelou que a pandemia da covid-19, no Brasil, impulsionou a veia empreendedora dos brasileiros. Esse cenário pandêmico foi responsável pela aceleração do crescimento do setor de Delivery no país.


De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Statista, o setor teve um salto de 18% em 2019 para 36% já no ano seguinte. Em 2020, o país foi responsável por 48,77% das demandas de entrega na América Latina.


“Tivemos recorde de crescimento no primeiro trimestre do ano: a quantidade de entregas cresceu 390% em relação ao mesmo período do ano anterior, o número de novas licenças vendidas foi de 160, contratamos mais de 30 colaboradores e chegamos ao faturamento de R$ 3,5 milhões no período. Para o próximo trimestre a expectativa é dobrar de tamanho”, afirmou Myrko Micali, CEO da  empresa Alfred Delivery.


Nos dados apresentados pelo GEM, que foi lançado em março deste ano, mostram que o Brasil subiu duas posições no ranking global de empreendedorismo entre os 50 países analisados e agora ocupa o quinto lugar (Top 5), apresentando evolução e recuperação após a crise.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem