Prepara o bolso: preço do gás de cozinha sobe pela 4ª vez na Bahia; botijão pode custar mais de R$ 130


Não bastasse os aumentos consecutivos dos combustíveis, dos remédios e dos alimentos, entra em vigor nesta sexta-feira (1/4), mais um reajuste do valor do gás de cozinha. É o quarto do ano. O aumento, que deve elevar o preço do botijão ao consumidor entre R$ 5 e R% 7, foi confirmado pela Acelen, controladora da refinaria Mataripe.

 

A empresa afirmou que o reajuste foi motivado pela cotação do petróleo, da variação do dólar e pelo custo logístico para entrega do produto. Como empresa privada - vinculada ao grupo árabe Mubadala - a Acelen segue uma política de preços próprias, independente da Petrobras.


Em setembro de 2020, o botijão na Bahia custava em média R$ 68, pulou para R$ 105 em 2021 e, com o último aumento, deve passar da casa de R$ 130.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem