Rui Costa sobre operação da PF que investiga caso dos respiradores: "não tem ninguém mais ansioso para que essa operação seja finalizada"


O governador da Bahia, Rui Costa (PT), comentou, na manhã desta terça-feira (26/4), sobre a operação Cianose, que investiga a contratação pelo Consórcio Nordeste – entidade que inclui os Estados da região de mesmo nome – de empresa para o fornecimento de 300 ventiladores pulmonares durante o pico inicial da pandemia de Covid-19 no Brasil. O material nunca foi entregue. O petista afirmou estar ansioso para resolução do caso. 

 

"Posso garantir uma coisa, não tem mais ninguém ansioso para que essa operação seja finalizada. Já se vão quase dois anos e eu continuo indignado pelo fato de essas pessoas estarem presas e o Ministério Público da Bahia pediu pra soltar essas pessoas... e o Juiz concordou", enfatizou Rui Costa, que cumpre agenda em Salvador.

 

Na manhã desta terça, ele visita obras de construção de uma nova unidade escolar, situada na Rua Araras, no bairro do Imbuí. O espaço vai abrigar o colégio Rômulo Almeida que funcionará com a Educação em Tempo integral. 

A obra inclui a instalação de 24 salas com capacidade para 960 alunos, biblioteca, laboratórios, cozinha industrial e auditório, além da instalação de equipamentos esportivos (campo de futebol com gramado sintético, quadra poliesportiva coberta e vestiários). 

O trabalho é resultado de uma parceria entre as secretarias estaduais de Educação e do Desenvolvimento Urbano, por meio da Conder.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem