Número 2 da PRF cai após morte de Genivaldo em Sergipe

Genivaldo morreu sufocado com gás no porta-malas de uma viatura, no interior de Sergipe

 


O diretor-executivo da Polícia Rodoviária Federal, Jean Coelho, segundo cargo mais importante da PRF foi dispensado do cargo. A informação é do colunista de O Globo, Lauro Jardim.

 

A demissão foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (31), menos de uma semana depois da morte de Genivaldo de Jesus Santos, sufocado com gás no porta-malas de uma viatura, no interior de Sergipe.

 

Coelho ocupava o cargo desde maio de 2021. Ele já foi superintendente da PRF em Santa Catarina e era o homem de confiança de de Silvinei Vasques, o diretor-geral da PRF. 

 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem