‘Operação Balder’: Troca de tiros entre PMs e suspeitos termina com três mortos em Pernambués

Homens teriam reagido a ação. PM diz que eles chegaram a ser levados para hospital, mas não resistiram. Armas e drogas foram apreendidas.



Três homens suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas morreram após uma troca de tiros com policiais militares na tarde desta quinta-feira (5), no bairro de Pernambués, em Salvador.

De acordo com a Polícia Militar, a ação aconteceu durante abordagens da “Operação Balder”, deflagrada simultaneamente em vários bairros da capital, em conjunto com a Polícia Civil.

Segundo a PM, os policiais militares estavam na localidade conhecida como Baixa do Manú, quando avistaram os suspeitos, que atiraram contra os agentes. 

 

Houve revide e, em seguida, os homens se esconderam em uma casa, onde, conforme a PM, continuou a troca de tiros, até que os suspeitos pararam de atirar. 

 

Com o cessar dos disparos, de acordo com a PM, os policiais militares entraram no imóvel e encontraram os três suspeitos feridos.

Os homens foram levados para o Hospital Geral Roberto Santos, no bairro do Cabula, mas não resistiram. Com o trio, segundo a PM, foram apreendidos um revólver e duas pistolas, além de porções de drogas.

 

Operação

 
                                                         Foto: Haeckel Dias

 

Treze homens foram presos durante a operação nesta quinta-feira. Na ação, equipes das polícias Civil e Militar cumpriram 36 mandados de prisão e outros 39 de busca e apreensão.

Dos 13 presos, 12 foram detidos por mandado de prisão e 1 em flagrante. A Polícia Civil não informou se as prisões são preventivas ou temporárias.

O principal alvo da operação foi identificado pela polícia como o operador financeiro da quadrilha. Ele foi encontrado em um condomínio de classe média alta, no bairro de Piatã.

 

Segundo a polícia, o suspeito era responsável por gerenciar as finanças do tráfico da organização criminosa. Com o homem, foi apreendido um carro de luxo avaliado em mais de R$ 100 mil.

Além do tráfico de drogas, a operação também apurou outros crimes relacionados, como homicídios e assaltos, em diversos pontos da capital. Essas investigações foram iniciadas há seis meses.

Entre os pontos onde os mandados foram cumpridos, estão também os bairros de Pernambués, Águas Claras e Cajazeiras. Drogas, armas e munições foram apreendidas.

 

A defesa de quatro dos presos informou que ainda não teve acesso aos autos do inquérito policial e que, portanto, não poderá comentar as acusações.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem