Polícia prende treinador de futebol investigado por abusar de adolescentes em Salvador

Equipes cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão em três casas, na sede de um time


Haeckel Dias / PC-BA


Um treinador de um time de futebol foi preso, na manhã desta quinta-feira (19), em Salvador. Ele é acusado de exploração sexual e corrupção de menores. As vítimas eram adolescentes de um time de Cajazeiras.

Segundo a Polícia Civil, o treinador de futebol, que não possuía as credenciais para exercer a função, também foi autuado em flagrante por armazenar e compartilhar imagens de pornografia envolvendo adolescentes. Durante as ações, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na sede do time e em três casas na região. Na casa do treinador, foram apreendidos notebook, dois aparelhos celulares e documentos. No alojamento dos jogadores, foram localizados mais documentos, preservativos e lubrificantes sexuais.


BEREU NEWS
 

Segundo a titular da Dercca, delegada Simone Moutinho, a polícia chegou até o homem após várias denúncias. “As investigações duraram dois meses. Este crime também causa danos decorrentes da humilhação, as quais os garotos eram submetidos. De fato, é essencial a colaboração da sociedade e por esse motivo, todos devem denunciar. Basta ligar para o 181 do Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Não precisa se identificar”, afirmou.

Os garotos passaram por depoimento especial na Dercca, com acompanhamento de psicóloga e assistente social da unidade, e serão encaminhados para rede de acolhimento para dar continuidade aos atendimentos psicossociais.

Os cumprimentos dos mandados de prisão e busca e apreensão fazem parte de mais uma etapa da Operação Flor Lótus, deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Crianças e o Adolescente (Dercca), em alusão ao mês de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A ação contou com apoio de policiais da delegacia especializada e da Coordenação de Operações Policiais (COP), do Departamento de Polícia Metropolitana (DEPOM).

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem