Últimas Notícias


Rui Costa visita Amélia Rodrigues e moradores chamam atenção para abertura de retorno

O assunto está sendo debatido há vários meses, e até então nenhuma providência foi tomada.

Por Bereu  News


Os moradores de Amélia Rodrigues aproveitaram a visita do governador Rui Costa para entrega de obras de abastecimento a cidade nesta quinta-feira (12) e reivindicaram sobre a abertura do retorno sentido Salvador. Eles informaram que o retorno mais próximo é no município de Santo Amaro e isso tem dificultado bastante a vida de todos.

Um dos moradores relatou que já vem reivindicando sobre o assunto há vários meses e querem o direito de ter um retorno digno, pois a falta de um retorno adequado, faz com que muitas pessoas se arrisquem em atalhos e acabem se acidentando.



"A Via Bahia já passou para a comunidade que não depende dela, depende da ANTT, a gente já se reuniu com a ANTT, a Via Bahia e o Ministério Público, e continuamos brigando por que é um direito da nossa comunidade. Nosso direito de ir vir está sendo ceifado, por simplesmente um desleixo. sem o retorno próximo, há dificuldade de acesso para serviços essenciais como banco, farmácia, hospital e mercados, pois ficam em outra área da cidade", reforça.


Em entrevista ao Portal Bereu News, um morador do Bairro Areal relata que a ação visa uma solução por parte da empresa Via Bahia e ANTT.

"Estamos em busca de solução por parte da VIABAHIA, precisamos de um retorno com urgência para termos fácil acesso a outra parte da cidade; eles adquiriram a BR-324, mas não deram condições dos moradores ir e vir. Infelizmente ficamos presos no outro lado do trecho, quando precisamos fazer o retorno temos que andar 12Km (sendo 6 de ida e 6 de volta); estamos em busca de solução, já conversamos com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), já estivemos na Via Bahia e até agora ninguém dar uma posição, se vai ser feito, quando será ou se alguma coisa vai ser resolvida. Estamos buscando solução por que estamos sendo prejudicados. Todas as segundas-feiras fazemos paralização pacificamente na BR, todos organizados e sem bagunça. 
[...]
Não podemos mais viver nessa situação, todos os dias somos multados pela Polícia Federal, eu tenho transporte e sou um dos exemplos; sei que ela está cumprindo o trabalho como deve ser, mas a ANTT e a Via Bahia não estão fazendo o papel deles de colocar o retorno para termos o direito de ir e vir sem problemas. São quase 5mil moradores no outro lado do trecho, temos "tudo" do lado de lá, mas, quando precisamos vim no médico ou no banco, qualquer emergência é do lado de cá, em uma situação dessa faz como? por isso estamos aqui hoje, pedindo um apoio ao Governador Rui Costa na cobrança de um posicionamento da ANTT e da Via Bahia, sabemos que é uma BR federal, mas ele é o Governador do Estado tem mais poder e voz do que a gente", explica.



O governador Rui Costa pontuou em seu discurso que tem observado a população reclamar de coisas simples como o retorno de Amélia Rodrigues e na opinião dele, isso é fruto da incompetência do governo federal em resolver essas questões.

Ele salientou que a via em questão trata-se de uma BR Federal, a concessão é da Via Bahia e a gestão é feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

“O estado da Bahia não tem nenhuma interferência direta, quero deixar claro isso. O nome da empresa é Via Bahia mas não tem qualquer relação de subordinação ou de obediência ao governo do estado”, encerrou.


A comunidade aguarda providências, e mais visibilidade a causa.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem