Header Ads

Aluna é esfaqueada durante tentativa de assalto próximo a campus da Unifacs

A estudante teria tentado reagir ao assalto, mas acabou sendo esfaqueada

 


 

Uma aluna foi esfaqueada, nesta terça-feira (14), próximo ao campus da Universidade Salvador (Unifacs), localizado na Avenida Tancredo Neves, em Salvador. Informações que chegaram dão conta de que a estudante teria tentado reagir a um assalto, quando acabou sendo surpreendida pelo suspeito com uma faca. O episódio ocorreu próximo a um dos portões de acesso ao estacionamento da instituição de ensino.

Ainda de acordo com informações preliminares, após ser atingida, a aluna teria entrado nas dependências da universidade para pedir socorro. A vítima foi socorrida por uma ambulância do Salvar, que teria sido acionada por funcionários da universidade.

 



“Tomem cuidado para vir pra cá”, alerta uma das mensagens de texto que circulam em grupos de alunos da instituição de ensino no WhatsApp.

Vale lembrar que recentemente dois homens armados assaltaram cerca de cinco alunos de uma das sedes da universidade, localizada no bairro do Imbuí, em Salvador. O episódio ocorreu no último dia 2 de maio. Na ocasião, as vítimas relataram que estavam deixando o campus, após assistirem aula, quando foram abordadas pelos suspeitos em uma bicicleta.

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação da Unifacs lamentou o ocorrido e afirmou ter prestado apoio à aluna. Além disso, em contato com a reportagem, a instituição de ensino informou que o objeto utilizado pelo suspeito para atingir a vítima foi, na verdade, um estilete.



Confira nota na íntegra:

“Em resposta ao BNews, a UNIFACS, antes de tudo, lamenta profundamente o ocorrido e é solidária à aluna. O incidente aconteceu fora do campus, porém, dada a proximidade do fato, a estudante foi prontamente atendida e acolhida pela equipe da instituição, que prestou os primeiros socorros e a encaminhou para atendimento médico.

A UNIFACS ressalta ainda que, mesmo a área do entorno estando fora dos limites legais de atuação da instituição, tem empenhado todos os esforços no sentido de solicitar ao poder público o aumento das rondas universitárias.

A Instituição reforça que repudia qualquer ato de violência, mantendo-se à disposição das autoridades para apoiar dentro do que lhe for possível”.

O portal também procurou a assessoria de comunicação da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), que disse não ter sido acionada para a ocorrência.

 

BNews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.