Após atletas passarem mal, laudo aponta que água da Arena Aquática Salvador estava própria para banho

Campeonato nacional de natação foi cancelado após relatos de mal-estar


Arena Aquática de Salvador
 

 

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) divulgou no último sábado (9) um laudo em que comprova que a água da Arena aquática Salvador estava própria para o banho e atividades aquáticas.

O Laboratório R&MICS Química Ambiental e Serviços LTDA foi contratado para fazer a análise após atletas passarem mal durante o Campeonato Brasileiro Interclubes Junior de Natação de Inverno.

Por conta dos casos, o campeonato foi cancelado e a Vigilância Sanitária de Salvador iniciou uma investigação para entender o que poderia ter causado o mal-estar.

Em nota, a CDBA afirmou que nunca colocou em dúvida a qualidade da água do local e também dos profissionais que trabalham no Parque Aquático da capital baiana.



“A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos esclarece que, em conjunto com a Federação Baiana de Desportos Aquáticos e a administração do Parque Aquático, cumpriu o protocolo de acionar a Vigilância Sanitária e os órgãos competentes para que se descobrisse o que poderia ter causado os problemas de saúde nos nadadores”, inicia o trecho.

“Nunca, em hipótese alguma, a CBDA colocou em dúvida a qualidade da água do Parque Aquático, bem como dos profissionais que lá atuam”, finaliza a nota.



Veja a publicação com o laudo:

 

Campeonato

Cerca de 500 nadariam na Arena Aquática até o sábado (9). A primeira fase da competição foi iniciada na terça-feira (5) e reunia as modalidades revezamento 4x100m (medley e livre), 1.500m livre, 800m livre, 400m (medley e livre), 200m (livre, borboleta, medley, peito e costas), 100m (livre, peito, medley, borboleta e costas) e 50m livre. O evento é aberto ao público.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem