Jovens tentam situar motorista de app e viralizam com baianês; "é melhor na frente ou atrás?"

 Jovens tentam situar motorista de app e viralizam com baianês; "é melhor na frente ou atrás?"

 

Era apenas uma noite de quinta-feira (22/7) no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, quando Manuela Maia e Júlia Andrade tentaram chamar um motorista de aplicativo. Como não encontravam motoristas que aceitassem a corrida (ou quem aceitava, logo cancelava), tentaram ajudar: "Estou na praça da Dinha. Onde fica melhor? Na frente ou atrás?", perguntaram, via mensagem de texto.

"La ele!!", respondeu o motorista Leonardo Jambeiro, em bom baianês. A conversa, postada por Manuela em uma rede social, logo viralizou.

As passageiras afirmam que não falaram 'na maldade'. "A gente mandou essa mensagem despretenciosamente. Nem maldamos, na hora. Quando ele respondeu, a gente estava sentada num barzinho e nos acabamos de rir disso. Ficamos resenhando", lembra Manuela.

 


 

"O mais engraçado foi quando o motorista chegou, que a gente entrou no carro, eu já 'larguei' logo essa do 'la ele' e a gente começou a resenhar. Falamos sobre várias coisas. A resenha fluiu às 3h30 da manhã", conta, rindo. As meninas chegaram a controlar o Spotify do rapaz que dirigia.

A conversa foi tão boa que a dupla nem percebeu que o caminho estava errado. "A gente nem percebeu! A viagem ficou caríssima, depois, porque a gente não viu que tinha colocado o endereço errado e, na conversa, nem viu pra onde estava indo. A gente ainda foi trocar o endereço, mas ele foi tão gente boa que falou 'vocês estão indo pra onde? Precisa alterar, não. Eu levo e depois a gente resolve'", conta.

Manuela revela, ainda, que não esperava toda a repercussão da conversa. "Eu tirei uma foto do celular da Júlia e postei, de resenha, mesmo, e fui dormir. Quando acordei, 'tava' lá, muita gente me mandando mensagem", recorda.

O portal entrou em contato com Leonardo, mas ele não quis falar. As passageiras, então, falaram por ele. "Pode deixar claro que viramos fãs e que ele foi um motorista de seis estrelas [o máximo são cinco]! Aguentou duas bêbadas e ainda entrou na resenha!", concluiu Manuela.

 

 

Aratu On

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem