BEREU NEWS

Baiano preso por tráfico na Tailândia consegue falar com advogado após dois meses

 

Após quase dois meses, o baiano Laécio José Paim das Virgens Filho conseguiu entrar em contato com seu advogado. No dia 13 de junho, ele e mais duas jovens moradoras de Feira de Santana foram presos na Tailândia após serem flagrados com cocaína na bagagem durante revista em aeroporto de Bangkok.

A conversa com o advogado Guilherme Cedraz aconteceu por chamada de vídeo na última quarta-feira (10).

Segundo o advogado, Laécio aguarda para ser ouvido pela primeira vez por um juiz tailandês. Nesta audiência, o rapaz, que não deu mais detalhes sobre o transporte da droga, já deve ser sentenciado.

Com o apoio de mais três advogados que estão na Tailândia, o objetivo da defesa é conseguir a pena mínima. Na Tailândia, conforme a lei do país, a cocaína - droga encontrada com o trio - pertence à categoria 2, e tem como pena máxima 15 anos de prisão.

Com Laécio, foram presas também as irmãs Sâmia e Daiana Muritiba, representadas pela advogada Kaelly Cavoli moreira.

O Itamaraty, por meio da Embaixada em Bangkok, informou que acompanha a situação e presta assistência aos brasileiros, em conformidade com os tratados internacionais vigentes e com a legislação local.

O órgão disse também que não poderia passar informações detalhadas a respeito da prisão, de acordo com o direito à privacidade e conforme a Lei de Acesso à Informação.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS
BEREU NEWS