Últimas Notícias


 

Pai de santo passa a ser suspeito de estuprar crianças após fiel 'vazar' conversas

 

Um pai de santo de um terreiro de Umbanda é suspeito de ter estuprado garotos menores de idade. Os supostos crimes do Pai Bruno de Ogum teriam sido desmascarados após um filho de santo criar um perfil falso em uma rede social, ganhar a confiança dele e induzi-lo a confessar os estupros por meio de mensagens enviadas por um aplicativo de troca de mensagens. O caso aconteceu em Teresina, no Piauí.

De acordo com informações do GP1, o sacerdote teria confessado ter abusado de meninos de 13 e 14 anos, um deles filhos de uma amiga. Inclusive, ele teria mandado para o perfil falso do seguidor imagens da vítima. Há também relatos de estupros contra crianças de 9 e 11 anos. Após o caso vir à tona nesta semana, Bruno de Ogum fugiu temendo represálias.

Seguidores do pai de santo emitiram notas de repúdio em suas redes sociais. Um dos membros do templo do qual o suspeito cuidava, disse, por meio de uma publicação, que estava se desvinculando do terreiro diante das suspeitas. “Hoje, me desvinculo de toda e qualquer ligação com Pai Bruno de Ogum [...] Deixo em evidência meu total repúdio a atos de violência de contra crianças e adolescentes, que a justiça seja feita”, escreveu Virna Fontenele.

Ainda de acordo com o GP1, após a formalização das denúncias, o caso passou a ser investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem