Header Ads

Segunda envolvida na morte da estudante confessa ter atirado por estar ‘fora de si’ e em ‘abstinência da droga’

 

A segunda mulher envolvida na morte da adolescente, durante uma tentativa de assalto, confessou à polícia que atirou na jovem. Ela se apresentou no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) nesta quinta-feira (4).

A reportagem conversou, com exclusividade, com a defesa da acusada. Segundo o advogado, ela estava em “abstinência da droga” e “fora de si”, quando cometeu o crime. Depois de atirar contra a adolescente, ela fugiu para a cidade de Nova Soure, que fica a cerca de 200 km da capital baiana.

Ele não deu detalhes sobre a arma que foi usada para matar a adolescente. Depois de se apresentar à polícia, a mulher foi detida por mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça. Ela é ouvida pela delegada Andréa Ribeiro, diretora do DHPP e responsável pelas investigações.

A comparsa dela, foi presa no mesmo dia do crime, e passou por audiência de custódia no final desta manhã. Ela será encaminhada ao Complexo Penitenciário da Mata Escura, onde ficará detida para responder pelo crime.

A arma do crime ainda não foi encontrada. Em depoimento à polícia, ela confessou ter participado do crime, mas negou que tivesse sido ela a atirar na vítima.

Protesto de amigos e familiares

No início da manhã de quarta-feira (3), amigos e familiares da jovem protestaram no local do crime. Com faixas e cartazes, estudantes pediram justiça e medidas para que o crime não se repita.

Pessoas que não têm ligação com a família também participaram da manifestação, em solidariedade à morte prematura da adolescente. A adolescente estudava no Colégio Mercês e estava no nono ano do ensino fundamental.

Colegas da adolescente se juntaram em um abraço simbólico e seguiram em caminhada com os manifestantes pelo Campo Grande. Por causa da morte da jovem, a instituição suspendeu as aulas na terça-feira, e determinou luto de três dias.

Imagens mostram crime

A jovem foi morta na manhã de terça-feira (2), enquanto seguia para o colégio. Ela estava com a mãe e a irmã, de 12 anos, que presenciaram o assassinato. O disparo atingiu a adolescente na região do coração. O corpo dela foi sepultado no mesmo dia, horas antes da primeira mulher ser presa.

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que a adolescente de 15 anos foi baleada e morreu, enquanto seguia para a escola. Dá para ver a jovem, a mãe a irmã caminhando na calçada, quando as três foram abordadas por duas mulheres.

As imagens mostram que as duas suspeitas estavam separadas. Elas esperaram a família se aproximar, e abordaram as três. Uma das mulheres parou na frente da adolescente e anunciou o assalto. A jovem foi baleada logo em seguida e caiu sentada no chão.

De acordo com a polícia, o tiro atingiu o peito da garota, na região do coração. Depois do disparo, as suspeitas deram as costas e atravessaram a rua. As imagens mostrou ainda que a mãe e a irmã da jovem tentaram prestar socorro à adolescente.

Um homem que passava no local também ajudou a vítima. Na gravação, um gari aparece. Ele atravessou a pista e foi em direção a adolescente baleada para socorrê-la.

Suspeitas identificadas e vítima antes do assassinato

As suspeitas de praticarem o crime foram identificadas ainda na manhã de terça. Testemunhas contaram à polícia que após o disparo, elas seguiram em direção ao Largo Dois de Julho. A dupla ainda foi flagrada por outras câmeras de segurança na região.

A câmera de segurança de um restaurante na Avenida Sete de Setembro também registrou a adolescente caminhando, a caminho da escola, minutos antes de ser baleada e morta no assalto.

A vítima aparece na gravação com uma blusa branca, o uniforme escolar. Cerca de dois minutos depois que a ela passa com a família, a irmã corre no sentido contrário, aparentando desespero, em busca de ajuda.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) fez a remoção do corpo da adolescente para o Instituto Médico Legal (IML). O corpo de Cristal foi no Cemitério do Campo Santo, no bairro da Federação, sob forte comoção.



Fonte: G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.