Últimas Notícias


Pastor Marco Feliciano é denunciado por estupro e orgias em evento conhecido no mundo gospel


O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) foi acusado por promover estupros e orgias em suas igrejas evangélicas. As acusações foram feitas pela jornalista Patrícia Lélis em série de tweets, nesta segunda-feira (19). Ela já havia apresentado queixa no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado por tentativa de estupro, em 2016.

“Não foi a única mulher que ele estuprou e abusou, apenas a única em que o caso se tornou público”. “Feliciano, vamos falar sobre suas orgias durante o evento dos Gideões ?!”, disse. Nas publicações, a jornalista cita nomes de mulheres que, segundo ela, foram estupradas pelo líder religioso e acusa o deputado de fazer laudos falsos.

“A vítima mais recente que me procurou do Marco Feliciano, foi a Tahyline. Ela relata que foi perseguida por Feliciano e teve que chegar ao ponto de trocar se número”, escreveu Patrícia. Ainda na rede social, Patrícia citou um vídeo que foi postado, após sua denúncia, em 2016, na sua conta oficial do Instagram, e que a Justiça já ordenou a retirada meses atrás.

Nesse vídeo, ela expõe o vídeo de uma conversa que teve com a pastora Danielli Alexandria, pregadora do Ministério Profético Novo Tempo, de São Paulo. Nas imagens, Patrícia fala sobre Danielli e seu envolvimento com Feliciano.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem